INTESTINO E IMUNIDADE

Nutricionista com foco em Emagrecimento e Saúde da Mulher

INTESTINO E IMUNIDADE

abril 28, 2020 Coronavírus Covid-19 Imunidade Intestino Microbiota Prebiótico Probiótico Uncategorized 2
Interstino e imunidade

Em tempos de Coronavírus, o objetivo da nutrição não é evitar a contaminação, e sim fortalecer o sistema imunológico tornando as infecções menos graves. Mas o fato é que aquilo que você coloca dentro do seu prato influenciará na sua saúde e consequentemente refletirá na sua imunidade.

Vamos partir do seguinte princípio: para que as suas células funcionem de maneira eficiente e equilibrada é necessário que elas recebam todos os dias 45 tipos diferentes de nutrientes advindas da sua alimentação. Quando você se alimenta mal, esse equilíbrio é quebrado, além de não ter os nutrientes necessários para um bom funcionamento, seu organismo, na tentativa de restabelecer a saúde, ativa o seu sistema imunológico provocando uma resposta inflamatória.

É claro que a resposta inflamatória é importante para nossa defesa porém, quando acontece de forma crônica pode causar danos teciduais, como por exemplo, intolerâncias alimentares e obesidade.
E o que isso significa?
Quando o tecido de um órgão está inflamado, o órgão em questão começa a perder sua função clássica e isso contribuir para surgimento de várias doenças. É o caso do nosso intestino. Muito mais que absorver nutrientes e excretar os resíduos da digestão, nosso intestino é responsável por por até 70% da nossa imunidade. A mucosa intestinal é a maior via de contato entre o organismo e o ambiente externo (em torno de 7 metros) e funciona como um grande campo de batalha repleto de bactérias, vírus, fungos, parasitas e arquéias, conhecido como microbiota intestinal. 

São tantos os microorganismo que podem chegar a um peso total de cerca de 1 kg, e eles não estão ali por acaso, na realidade desempenham várias funções benéficas dentro do intestino como por exemplo, a de evitar a entrada no nosso organismo de patógenos. Entretanto, qualquer desequilíbrio nos tipos, quantidades ou diversidade destes microorganismos pode afetar drasticamente toda a nossa saúde e contribuir para o desenvolvimento de doenças de desordens inflamatórias e autoimunes.

Alguns conselhos práticos para cuidar da sua microbiota e consequentemente melhorar a sua imunidade:

  • Consuma probióticos, que nada mais são que os microorganismos benéficos vivos, consumidos em forma de pó, cápsulas, iogurtes, kombuchá ou Kefir. Estes microorganismos, quando consumidos regularmente, ajudam a equilibrar a microbiota intestinal. 
  • Inclua alimentos prebióticos na sua dieta. Os prebióticos são simplesmente as fibras da dieta que não são digeridas e nem absorvidas no intestino, mas que quando chegam no cólon estimulam a proliferação das bactérias benéficas. Você pode encontrá-las em alimentos como biomassa de banana verde, yacon, alcachofra, chicória, cebola, alho poró, aspargos, aveia, entre outros. 
  • E por fim, entenda que uma alimentação saudável tem uma relação muito grande com a imunidade mas por si só não basta. É necessário também praticar exercícios físicos regularmente, reduzir o estresse, beber água nas quantidades necessárias e ter uma boa noite de sono. 

Espero ter ajudado com essas informações!
Um grande abraço!

Christine Melcarne
CRN 11100403 

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *